quarta-feira, 3 de julho de 2013

“Perdoe sempre seu inimigo. Não há nada que o enfureça mais.”



Imagem do Google
Nada nos proporciona mais alivio do que perdoar uma ofensa que vinha nos corroendo. Quando deixamos de lado o ressentimento, sentimos que estamos repentinamente liberados.
Para conseguir isso, não devemos perdoar por nos considerarmos superiores, mas por assumirmos que tudo acontece tal como deve acontecer. Cada pessoa se encontra em um estágio diferente de evolução espiritual, portanto age dentro de suas limitações.
Todos damos o que temos -seja muito ou pouco - segundo nossas possibilidades. Cada um está onde tem de estar e oferecer o que pode oferecer. Por isso, não há nada a perdoar. No máximo, podemos ajudar os outros a avançar um pouco em seu caminho para o crescimento pessoal.
Na realidade, quem age mal está pedindo nossa ajuda. E, na escola da vida, não há ofensas, apenas lições. Então deveríamos agradecer a esses indivíduos a oportunidades que nos dão de sermos melhores e nos tornamos uteis. Ao ajudar, crescemos espiritualmente junto com a pessoa.
Como disse Oscar Wilde: ‘Procure me amar quando eu menos merecer, porque será quando mais precisarei”.

Texto do Livro de Allan Percy “Oscar Wilde para inquietos”, capitulo 36.

Abraços Celina.

9 comentários:

✿ chica disse...

Tão verdadeira,Celina! E por outro lado, tão difícil,não? Quando tantas coisas acontecem causadas poralguém ,fica difícil mas é nessa hora que temos que nos esforçar e o perdão deve nascer DE DENTRO e não da boca pra fora apenas. bijos, tudo de bom,linda noite, chica e beijos pra todos daí!

Vida & Plenitude disse...

Das minhas férias, envio o meu abraço, Celina!

Perdoar é um mandamento, faz parte de uma vida feliz e plena... Perdoar os inimigos não é ser bobo ou capacho, mas amar apesar de... e num nível que só conseguimos com a ajuda Daquele que entende o que é perdoar/amar DE TAL MANEIRA!

Com carinho

Anne Lieri disse...

Celina,que mensagem maravilhosa!Na verdade,não há mesmo nada a perdoar pois todos nós erramos.Lindo texto!bjs e meu carinho,

Anônimo disse...

Uma perfeita tradução da condição humana bem inserida nesta frase de Oscar.
O que nasce no coração explode na ação.

Celina disse...

OBRIGADA AMIGO ANÔNIMO PELO SEU COMENTÁRIO, MUITO BOM MESMO. UM ABRAÇO FRATERNO, CELINA

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Celina. Adorei a sua postagem.
Uma verdadeira reflexão que precisamos viver com bastante precisão.
Preciso exercitar bastante esse meu lado e pensar assim.
Às vezes nos fazemos de vítimas, por termos nos calado, mas quem sabe, tudo o que passamos e julgando não merecer, merecíamos?
Beijo grande e excelente fim de semana de paz!

Maria Rodrigues disse...

Celina uma grande lição de vida. Nem sempre é fácil perdoar, mas há que tentar.
Minha amiga obrigado pela sua presença mesmo eu andando tão ausente. O meu tempo disponivel está cada vez mais reduzido e também não tenho andado lá muito bem....
Beijinhos
Maria

Anne Lieri disse...

Celina,passando pra uma visitinha e desejar ótima semana pra vc!bjs,

Antônio Lídio Gomes disse...

Oi Celina, talvez enfureça o inimigo, mas perdoar é colocar brasas sobre sua conciência.
Um abraço fraterrno do teu leitor e amigo.
Um beijo grande.