segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Regressando ao Passado.


Imagem do Google
Há tempos que aqueles sonhos a vinham perturbando, era raro à noite que conseguia dormir como antigamente, acordava pela manha cansada!
Eram fragmentos de sonhos, sem que ela pudesse tirar uma conclusão. Ao contar a sua amiga o que estava acontecendo, a mesma aconselhou procurar um especialista em regressão, um terapeuta de vidas passadas, alguém serio!
Apesar de sua religião ser contraria a regressão, pois o esquecimento das vidas passadas ajuda no progresso da vida presente, ela pensou nos prós e contra e decidiu marcar uma consulta para dali a um mês, enquanto ela esperava  foi se preparando com preces,pedindo  ajuda ao seu  mentor espiritual.          
Chegou o tão esperado dia, ela se viu deitada num divã, em um ambiente em penumbra,uma musica suave e baixinha para ajudar no relaxamento.Tentou três sessões e nada!
Quando estava para desistir o terapeuta insistiu em realizarem mais algumas sessões, na quarta sessão mais relaxada e adaptada ao ambiente, escutando a musica e ouvindo a voz forte e enérgica do terapeuta, ela perdeu a noção de tudo, e começou a responder o que estava vendo.
Ela se viu no meio de muita gente estranha, estava de  noite, a escuridão  era amenizada por uma enorme fogueira, ao seu redor tinha musica e cantorias,muitos dançavam ao som daquela sensual e bela canção.Ela também viu ao redor da festa vários carroções onde as famílias se acomodam para descansar depois de um dia de muito trabalho e diversão.
Soledad, este era seu nome! Ela conseguia se ver claramente no meio daquela gente toda, suas roupas eram simples mais bem coloridas, nos pulsos muitas pulseiras, e brincos grandes que a deixavam com um ar mais exótico!
Ela gostava de dançar, e dançava muito bem e era admirada por todos! Dançava ao som de qualquer instrumento, principalmente violinos, que faziam seu peito arfar de cansaço e paixão!
Ela estava apaixonada!Seu amado era o homem mais disputado da sua caravana, embora ele não demonstrasse gostar dela, ela pensava que com seu corpo esbelto e lindo,seus cabelos longos e negros iria conquistá-lo.
Neste momento ela começa a relatar mais um fato que vê claramente, era    uma noite que ostentava uma radiante lua, a claridade da fogueira e do luar despertou uma certa magia,todos pareciam enlouquecidos!
Soledad depois de se banhar na cachoeira, lavar seus lindos cabelos e vestir o seu mais belo vestido florido, por suas pulseiras e brincos, juntou-se ao grupo para nesta noite dançar como nunca tinha dançado, ela se sentia linda e sensual!!
Ela dançava e olhava para o seu amado, olhava e ele não prestava a mínima atenção, estava abraçado com duas ciganas lindas, que a olhavam com desdém, ele meio embriagado continuava a ignorá-la.
Quando terminou de dançar estava exausta, e ficou parada observando seu amor,quando ele se retirou ela cega de ciúmes acompanhou o seu amado até a carroça ,era muito para ela aquele desprezo, quando ele embriagado jogou-se no chão da sua carroça , ela entrou e puxou o punhal que a acompanhava, presente de seu pai para sua defesa, e o marcou no rosto de uma forma cruel, fugindo em seguida.
Depois desse dia longe de todos, levou uma vida desregrada, cheia de ódio! Ela nunca conseguiu se libertar daquele que zombou e desprezou seu amor!Por este motivo morreu muito jovem.
Esta foi uma das revelações do passado desta amiga, na segunda parte da historia será que ela vai encontra aquele que a fez infeliz?Aguardem!

Paz Celina.

14 comentários:

✿ chica disse...

Puxa, que lindo conto e vamos aguardar!!! beijos,chica

Claudio Poeta disse...

Ótima criação! - Parabéns! - Abração

Toninhobira disse...

Parabens Celina este tipo de historia cria toda uma curiosidade.Interessante o processo de regressão que sempre tive curiosidade.Normalmente há superação mas cada caso uma historia,então vamos aguardar sua construção/inspiração para o desfecho da personagem.Feliz semana amiga Celina com um carinhoso abraço de toda paz e luz nos seus dias.
Bju no coração.

Ivana disse...

Celina,
Eu acho que ela vai encontrá-lo, algo deve acontecer para transformar sua vida, para encontrar paz, penso eu, mas sem dúvida uma crônica que me prendeu, me deixou tensa, e quantas histórias assim existem! Um abraço minha querida, não quero perder o final dessa história.

Evanir disse...

É sua amizade que desejo lembrar para sempre e estará sempre em meu coração,
mantendo-nos aquecidos, fortalecidos e segura de que nunca estarei sozinha.
E é assim que eu guardo você
Minha linda Amizade.
E é assim que eu quero guardar...
Como alguém que estará longe, mas sempre lembrará de mim.
Obrigada pelo carinho nesse um ano de Viagem comigo.
Obrigada por estar do meu lado sempre sem notar meus defeitos
me aceitando como sou.
Sei que deixo muito a desejar em responder a sua visita
mais tenho cada amigo e amiga no coração.
Me perdoe por levar uma unica mensagem para visita
infelizmente minhas mãos não ajuda .
Porem me sinto feliz e recompensada por todos entender minha situação.
Na postagem tem uma presente desse dia tão feliz para mim
ficarei feliz em encontra-lo no seu blog.
Obrigada ,Deus esteja com todos nos nessa jornada
que Deus me permita estar contigo por muitos anos ainda.
Beijos e carinhos.
Evanir

ONG ALERTA disse...

O amor leva a raiva...vamso ver como será este encontro, beijo Lisette.

Anne Lieri disse...

UAU,Celina!Que história mais inspirada!Muito interessante e curiosa a regressão a vidas passadas que traz coisas realmente inesperadas!Bjs e meu carinho!

Antônio Lídio Gomes disse...

Oi minha querida.
Já estou ficando curioso com o desfecho dessa história tão bonita, porém dramática...
Sei algumas coisas sobre os ciganos, e sei bem que eles são apegados às suas tradições, principalmente no tocante aos sentimentos.
Quando há ciúmes então, é preciso tomar cuidados e ser prudente.
Deixo por enquanto, um forte abraço e um beijo.

Vera Lúcia disse...

Olá Celina,

Como você escreve bem!
O conto é fantástico e aborda um assunto bem interessante e do qual eu gosto muito.
Avise-me quando houver a continuação.
Vou adorar seguir.

Beijos.

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga Celina.

Lindo...
Os ciganos são fascinantes!!

Desejo-lhe muitas bênçãos.

Beijos.

Graça Pereira disse...

Emocionante esta história...aguardo o seu seguimento!
Beijo amigo.
Graça

Evanir disse...

Eu só tenho a agradecer por você existir em minha vida
e compartilhar comigo sua sincera amizade.
Te agradeço por essa aliança tão linda num laço chamado amizade.
Eu te prometo fazer tudo para continuar merecendo essa dadiva divina.
Te prometo dividir contigo todo tempo
que me for possivel.
Nem vou falar que Deus te abençoe,
pois voce já é abençoada e iluminada em todos os sentidos.
Deus abençoe por cada visita ...
Um Final De Semana Na Paz E Na Luz.
Evanir...
Celina li sua postagem achei a historia maravilha de uma inspiração absolutamente real.
Linda e ao mesmo tempo tristre.

Maria disse...

Minha amiga que história linda, vamos esperar pelo desenrolar e ver o que vai acontecer.
Beijinhos
Maria

Evanir disse...

Uma linda tarde de Domingo.
Embora tenha que levar sempre
uma cola para visitar você e a todos que amo tanto.
O meu blog para mim é uma benção de Deus na minha
vida.
E nesse mundo gingantesco de blogs amigos
que encontro o carinho que me liberta fazendo
com que eu viage esquecendo por
algum tempo minhas dores fisicas.
Quanto ao meu coração eu deixo para todos vocês cuidar
me sinto forte em cada abraço deixado nos comentários.
Como é bom receber sua visita e compartilhar uma amizade
verdadeira .
Meu eterno carinho.
Beijos no coração.
Evanir...