quarta-feira, 11 de agosto de 2010

O amigo

O amigo é aquela pessoa que depositamos esperança e amor,passa a ser alguém de nossa família que amamos muito, acho até que o amigo é mais que um irmão!

No caso do irmão existe os laços de sangue e a convivência, não quero com isso generalizar, tem irmãos amigos.

As vezes eles se perdem pelos caminhos da vida, quando o reencontramos é uma pessoa diferente!

O amigo chega espontâneamente, quando o encontramos sentimos logo a primeira vista nosso coração vibrar, e tem mais os meus amigos são para sempre, não os sufoco, as vezes esqueço até de telefonar para eles, mas ao nos encontrarmos parece que a distancia nunca existiu.

As minhas filhas falam da minha fidelidade aos amigos, alegando que o fato de eu ser taurina e a fidelidade é uma das maiores virtudes do meu signo, eu justifico as mesma que não acredito em horóscopo.

Como já disse antes em outras postagens, tenho poucos amigos, mais tenho uma grande sintonia com eles.

Vou relatar um caso para exemplificar,conheci um casal de idosos que me tomei de amores por eles, nesta época era católica e faltava batizar minha filha mais nova, eles foram os padrinhos.

Precisei viajar por transferência do meu marido,eles ficaram muito tristes,dali a dois anos quando voltei , os procurei,fui a casa da filha deles, ela informou que a mãe estava muito doente, me levou até onde eles moravam encontrei-a de cama, quando me viu começou a chorar, eu a abracei e disse que não ia mais deixa-la, estava com depressão, ela sendo muito sensível estava sofrendo com a ingratidão de um dos filhos.

Eu prontamente mandei a filha providenciar um medico, ela não tinha condições de andar, no inicio não queria tomar os remédios, mais após muita insistência ela terminou tomando a medicação.

Todos os dias eu ia lhe fazer companhia, chegava logo após o almoço e só retornava a minha casa ao anoitecer, eu acionava todos da minha família para ajuda-la! Ao meu marido coube a incumbência de me deixar e buscar a noite, ela morava no lado oposto ao meu, do outro lado da cidade.

Passei mais de um mês cuidando dela, através de muita conversa, as historias engraçadas que eu tinha vivido ou visto na cidade que eu morei,só as coisas alegres, já estava esgotando o meu repertório de "causo".

Quando ela começou a dar sinal de vida eu a ajudava a se vestir e íamos para o terraço, fazia café para nos duas e a conversa continuava... Ela começou a sorrir outra vez, só a deixei quando percebi que ela tinha recobrado a saúde e voltado a sorrir.Voltamos ao normal, nos visitando de vez em quando.

Aconteceu que quando perdi o meu filho,eu fiquei muito abalada, eu me isolei do mundo,perdi o vinculo dos amigos antigos. Quando vi que a depressão ia me derrubar eu reagi!Pensei, tenho outros filhos e precisava viver para eles!

Uma noite eu sonhei que estava em uma estação de trem bem esquisita como se fosse em um deserto,a paisagem era horrível , sem nenhuma árvore, quando avistei alguém muito querido, era ela , como estava acabada!uma velhinha!

Eu a abracei e perguntei o que ela estava fazendo sozinha naquele local deserto, ela estava muito fraca, eu me sentei na calçada da estação e coloquei a sua cabeça no meu colo, ai ela respondeu: "Comadre, ele morreu(o seu marido), estou aqui esperando este trem para me encontrar com ele".Acordei com uma sensação horrível de perda!

Encarreguei minha filha,sua afilhada, a encontrar o filho da minha amiga, que na época era um renomado professor de uma universidade,minha filha ao encontra-lo disse que queria o endereço de seus padrinhos para visita-los, foi quando ele disse sorrindo: "Eles estão muito longe!" ambos tinham morrido, primeiro seu pai depois de seis meses ela,que não suportando o golpe morreu também!

Sofri muito por não estar presente aos seus momentos de dor , fiquei até com um pouco de culpa por ter ficado tanto tempo afastado deles,recolhida na minha dor....nas minhas preces eu rogo a Deus que eles tenham se encontrado...afinal a vida continua.....

Paz Celina

7 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Continua! Tanto a Vida, como a Boa Amiga tão cordata!

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!
Bons Amigos
Machado de Assis

Beijos, minha querida Celina!
Tudo de bom!
Renata

Cacá disse...

Bom dia, Celina. Hoje tem mudado um pouco a forma de fazer amigos. A internet, por exemplo nos permite establecer relações de fortes amizades, apesar da distância. Mas isso não diminui em nada o sentimento que nutrimos por eles. Você , por exemplo é uma pessoa em quem eu já "me amarrei" como amiga de verdade. Amigos são alimento e remédio para o espírito. Gostei muito do seu texto. Meu abraço. Paz e bem.

Sônia Silvino disse...

Amigos são escolhidos pelo coração.
Não se culpe, amiga! Fizeste o que podias na época! E fez bem a ela.
Isso é o que importa!
Beijocas, pessoa linda!

Chica disse...

Que estranho,Celina!Tinha a sensação de ter comentado ontem,mas... Repito que tua consciência tá tranquila, fizeste tudo e mais ...Deste amizade...beijos,lindo fim de semana,chica

Maria disse...

Amiga, adorei ler a sua historia.
Concordo com o amigo Cacá, através da net também fazemos amigos e não estamos sós.
"Somos todos viajantes pelas agruras do mundo, e o melhor que podemos achar em nossas viagens é um amigo." (Robert Louis Stevenson)
Bjs do tamanho do infinito
Maria

ONG ALERTA disse...

Lindo, amigo é aquela pessoa que escolhemos para ser nosso amigo, paz.
Beijo Lisette

Toninhobira disse...

Comovente e emocionante Celina,toda uma historia linda de fraternidade,de confiança. A vida tem estas oferendas de sempre podermos ter e fazer amigos que serão eternos.Ao longo da vida a gente aprende a importancia deles, a gente se entrega e sofre a ama.Por isso o poeta já disse que nao suportaria perder seus amigos, voce sentiu uma fisgada desta.Eu tambem triste fico contando os que se foram e os que se perderam na longa vida,mas sempre fazendo mais.E que assim sejamos abençoados sempre amém. Um abraço de luz e paz.