quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O Poeta


É um elo entre este mundo e o outro;uma fonte cristalina onde bebem as almas sedentas; uma árvore plantada á beira do rio da beleza e cujos frutos alimentam os corações famintos;

Um rouxinol que salta entre os ramos das palavras e canta melodias que enchem o coração de ternura e meiguice; uma nuvem branca que aparece ao horizonte e, depois , sobe e cresce até cobrir a face do céu para cair em chuva e regar as flores do campo da vida;
Um rei que os deuses enviaram para ensinar aos homens as verdades divinas;uma luz mais forte que vence todas as trevas, e é alimentada pela própria Astarté, a deusa do amor, e por Apolo, o deus da música;

Um solitário cuja veste é a natureza, e cujo guia é o espírito; um lavrador que planta as sementes de sua alma nos campos das emoções, e ceifa colheitas abundantes de que a humanidade se nutre.

Eis o poeta, que os homens desconhecem na vida e somente descobrem quando ele se despede deste mundo para voltar à sua pátria celestial. Nada pede à humanidade senão um sorriso. E ela não lhe oferece, em troca das belezas por ele criadas, sequer o pão e o abrigo.

Até quando , ó mundo, elevarás monumentos aos que mancham a terra de sangue, e desprezarás os que te oferecem suas almas em paz e amenidade?

Até quando honrarás os assassinos e os déspotas, e esqueceras os que aceitam todas as privações para te ensinar a ver o esplendor do dia e te guiar no caminho da alegria?

E vós, poetas, vida da vida, que vencestes os séculos apesar da crueldade dos séculos, e conseguistes as coroas de glória apesar dos espinhos da vaidade reinas nos corações, e vosso reinado não terá fim.


Do livro "Uma Lágrima e um Sorriso" de Gibran Khalil Gibran.

Paz Celina

12 comentários:

Toninhobira disse...

Que bela mensagem,com uma reflexão muito interessante do que se cultua e o que se renega.Lindo o final,que faz olhar para dentro.Esta questão do elo, este criar emoções, ainda que sobre o sangue de tantos justos derramados pelos de alma podres.Parabens amiga Celina,por nos ofertar momentos de rara reflexão.Meu abraço de paz.Beijo de luz nos seus dias.

José Gonçalves disse...

Olá Celina,

Que belo texto escolhido para nos levar a pensar no Caminho que escolhemos, na Estrada que percorremos, na Viagem que queremos fazer!

Parabéns.

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)

Chica disse...

É mesmo um lindo elo esse pra nos levar ao mundo mais mágico e voar mais...Lindo texto!

beijos e um dia bem legalp´ra ti e teus!chica

Celina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chica disse...

Celina, voltei aqui mesmo, não tenho teu email...

Vim dizer quwe estarei pedindo pra que tuuuuuuuuuudo dê certo por aí .Estou na torcida,tá? Todo meu carinho,beijos,chica

Cacá disse...

Eu eu diria ainda

" Você, poeta, é filho do universo, irmão das estrelas e árvores, você merece estar aqui."

Que texto mais lindo, Celina! Um presente aos encantadores de gentes, os nossos maravilhosos poetas.

Meu abraço. Paz e bem.

Chica disse...

Celina, obrigado e como estão as coisas?Tudo bem? beijos,chica

Eurico disse...

Celina,
veja quanta responsabilidade a dos poetas...rsrsrs
Belíssima postagem!
Cada dia carecemos mais da Poesia.

Abç fraterno.

Maria disse...

Amiga, uma escolha magnifica.
"A poesia é o eco da melodia do universo no coração dos humanos." (Rabindranath Tagore)
Tenha um maravilhoso fim-de-semana
Bjs do tamanho do infinito
Maria

Sônia Silvino disse...

Bela mensagem, Celina querida!
É muito bom te visitar!
Beijocas, muitas!

Toninhobira disse...

Passando para lhe desejar saude e paz amiga Celina.Um abraço de muita paz e luz. Beijo no seu coração.

ONG ALERTA disse...

Cada um pode escolher, mas a vida já esta determinada...beijo Lisette.