quarta-feira, 12 de outubro de 2011

DEIXAI VIR A MIM AS CRIANCINHAS


Imagem do Google
Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus.(Mateus, 5:8)
 Apresentaram a Jesus então umas criancinhas, a fim de que Ele as tocasse. E como seus discípulos repelissem com palavras rudes aqueles que as apresentavam, Jesus vendo isso repreendeu-os e lhes disse: Deixai vir a mim as criancinhas, não as impeçais; pois o reino dos Céus é para aqueles que se lhes assemelham. Eu vos digo, em verdade, que todo aquele que não receber o reino de Deus como uma criança, nele não entrará. E tendo-as abraçado, abençoou-as impondo-lhes as mãos*. (Marcos, 10:13 a 16)
A pureza do coração é inseparável da simplicidade e da humildade.Ela exclui todo pensamento egoísta e orgulhoso. É por isso que Jesus toma a infância como símbolo dessa pureza, como a tinha tomado para o da humildade. Esta comparação poderia parecer injusta, se considerássemos que o Espírito da criança pode ser muito antigo e que traz ao renascer, para a vida corporal, as imperfeições das quais não se libertou nas existências anteriores. Somente um Espírito que tivesse atingido a perfeição poderia nos dar o modelo da verdadeira pureza. Mas ela é exata do ponto de vista da vida presente, pois a criança, não podendo ainda manifestar nenhuma tendência perversa, oferece-nos a imagem da inocência e da candura. Além do que, Jesus não diz de uma maneira categórica e absoluta que o reino de Deus é para elas, mas sim para aqueles que se lhes assemelham.
Uma vez que o Espírito da criança já viveu outras encarnações, por que não se mostra, desde o nascimento, tal como é? Tudo é sabedoria na obra de Deus. A criança tem necessidade de cuidados delicados que somente a ternura maternal pode lhe dar, e essa ternura se torna mais necessária diante da fraqueza e da ingenuidade da criança. Para uma mãe, seu filho é sempre um anjo, e é preciso que seja assim para cativar sua solicitude. Ela não teria o mesmo devotamento se, no lugar da graça ingênua, sentisse, sob traços infantis, um caráter viril e as idéias de um adulto, e muito menos se conhecesse o seu passado.

*O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO - CAPÍTULO 8 - BEM-AVENTURADOS OS PUROS DE CORAÇÃO,(itens 1 a 4)

Paz Celina
Feliz dia das Crianças!

6 comentários:

Amapola disse...

Bom dia, querida amiga Celina.

Nossa... Que emocionante!!
Amei...
(Há de se ter o coração de criança, para que Deus possa se refletir em nós).

Feliz dia das Crianças!!!!


Beijos.

Toninhobira disse...

LINDA MENSAGEM PARA ESTE DIA FESTIVO EM ALGUNS LARES,ONDE ELAS REUNIDAS ENCONTRAM O CARINHO,A ALEGRIA,A PAZ.QUE NINGUÉM DESVIE SEUS CAMINHOS E NÃO AS IMPEÇA DE ESTAR PERTO DO PAI. LINDO TER O CORAÇÃO DE CRIANÇA,ISENTO DAS MALDADES E DO EGOISMO QUE DESAGREGA E OPRIME.BOM ESTAR PERTINHO DE DEUS COM A CRIANÇA,QUE MORA DENTRO DE NÓS.

UM CAIRNHOSO ABRAÇO CELINA.
PAZ E FELICIDADES.
BJU DE LUZ NO SEU CORAÇÃO.

José Sousa disse...

Olá querida amiga Celina!

Adorei sua história e dedicado à criança! Sabe, eu sou um corioso e adoro ler historias. Já li por várias vezes a Biblia e sou capaz de contar, promonorizadamente as belas istórias como a de Moisés, Jacó, a de seu filho José. Como disse, conheço bem a Biblia, mas gosto mais do velho testamento. Tem historias que nos fazem chorar.

Um beijoa grande.

Cacá - José Cláudio disse...

Oi, Celina! Eu acredito que a maior manifestação de Deus em cada um é através das crianças ou do espírito infantil, pois dele emana a pureza, a alegria, a simplcidade. Então, é a elas a através delas que devotamos e damos graças por sermos o que somos e o que podemos voltar a ser todos os dias. Emocionante o texto. Um grande abraço. Paz e bem.

Anne Lieri disse...

Celina,é verdade!Se a criança não tivesse essa simplicidade e inocencia, talvez não a amassemos tão rapidamente!...rss...Deus sabe o que faz!Uma bela passagem do Evangelho!bjs,

Anne Lieri disse...

Celina,é verdade!Se a criança não tivesse essa simplicidade e inocencia, talvez não a amassemos tão rapidamente!...rss...Deus sabe o que faz!Uma bela passagem do Evangelho!bjs,