sábado, 21 de abril de 2012

Poema de Cora Coralina

Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.


Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove.


E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. 

Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.
                Cora Coralina
Paz Celina

17 comentários:

✿ chica disse...

Escolhes sempre muito bem,Celina!!Linda e a Cora, sempre DEZ!!! beijos,tudo de bom,chica

SHEYLA - DMULHERES disse...

Lindo, como sempre!

A Cora étudo debom!

bjokas e felicidades!!
Sheyla.

Anne Lieri disse...

Celina,muito feliz a sua escolha!Um poema de alegria, de amor e acolhimento!Bjs e bom fim de semana!

Misturação - Ana Karla disse...

A vida é suficiente para viver.
Belo poema Celina.
Um xero grande

Toninhobira disse...

Linda maneira de ver e sentir a vida,que a querida Cora passa.Feliz escolha Celina.
Um belissimo domingo pra voce.
Toda paz e alegria com carinhos.
Um carinhoso abraço.
Bjo no seu coração.

Amapola disse...

Bom dia, querida amiga Celina.

Lindo...
Igual o seu coração.

Que seu domingo seja repleto de alegria e paz.

Beijos.

Maria disse...

Querida amiga este poema de Cora Coralina é simplesmente maravilhoso. Felizes aqueles que têm até ao final dos seus dias o espiríto aberto para aprender e ensinar.
Bom restinho de domingo e uma excelente semana.
Beijinhos
Maria

ONG ALERTA disse...

Cada um tem o tempo que precisa por aqui, beijo Lisette.

AFRICA EM POESIA disse...

Celina

belo poema

beijos

elvira carvalho disse...

Excelente texto A pedir uma reflexão.
Gosto muito de Cora Coralina.
Um abraço e uma boa semana

Antônio Lídio Gomes disse...

Minha querida, tão lindo poema como este da Cora, vem num momento em que a alma está precisando de alento e conforto.
Benditas palavras, Querida, que com certeza adentraram nesta alma que ora vos escreve. Por isso meu apreço a admiração por tão querida poetisa e a ti pela amiga que és.
Beijos.

Maria disse...

Querida amiga já publiquei o seu lindo selinho. Tentei colocar o comentário no seu blog de selinhos, mas quando carreguei em adicionar comentarios salta para um outro blog diferente, por isso deixo aqui.
Uma semana plena de alegria.
Beijinhos
Maria

Mariazita disse...

Olá, Celina
Desculpe ir entrando assim sem ser convidada :)))
Gosto imenso de Cora Carolina; tenho muitos textos dela gravados.
Este é muito bom!

Vou-me fazer sua seguidora. Se quiser fazer o mesmo dar-me-á muito prazer.

Ah! E se me dá licença vou levar o seu selinho e colocá-lo AQUI

Uma feliz semana. Beijinhos

AFRICA EM POESIA disse...

ELINA
Que beleza a tua amizade
o piano pode tocar em pensamento


...
Abril

Liberdade..
Saltar muros e gritar...
Sou livre...

e tu...também

beijinhos

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Celina
Muito obrigada e já postei no meu Blog de MIMO...
Bjm festivo de paz

Anne Lieri disse...

Celina,passei para reler esta bela poesia e agradecer seu gentil comentario!bjs,

Sonhadora disse...

Minha querida

Adoro Cora Coralina e este texto é maravilhoso...adorei.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora