quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Ai, quem me dera

 
Imagem do Google

Ai, quem me dera

Ai quem me dera, terminasse a espera
E retornasse o canto simples e sem fim...
E ouvindo o canto se chorasse tanto
Que do mundo o pranto se estancasse enfim

Ai quem me dera percorrer estrelas
Ter nascido anjo e ver brotar a flor
Ai quem me dera uma manhã feliz
Ai quem me dera uma estação de amor

Ah! Se as pessoas se tornassem boas
E cantassem loas e tivessem paz
E pelas ruas se abraçassem nuas
E duas a duas fossem ser casais

Ai quem me dera ao som de madrigais
Ver todo mundo para sempre afins
E a liberdade nunca ser demais
E não haver mais solidão ruim

Ai quem me dera ouvir o nunca mais
Dizer que a vida vai ser sempre assim
E finda a espera ouvir na primavera
Alguém chamar por mim...

Vinicius de Moraes

Abraços Celina

14 comentários:

Machado de Carlos disse...

Hino Mágico

- Canta, Graúna!... – Ah, teu canto cristalino!...
Emita lindos sons à imensidão
Leva no bico, as pétalas divinas
Invencíveis com as letras fraternas
Nomeia as notas da minha canção
Anuncia a porta! – Ah, vida; - sempre eterna!...

Machado de Carlos disse...

Que bom visitar o seu blog, querida Celina.
Que bom que temos um grande Amigo, o Toninho Bira!
Beijos, beijos, Amada!

✿ chica disse...

Ele é maravilha puira! E , de volta à real, deixo beijos pra ti e todos os teus! chica

gregus disse...

Nos remete àquela música de lennon, imagine
Sempre muito enriquecedor minha passagem aqui

Beijo carinhoso

Fernando Albuquerque disse...

Ai que me dera que as pessoas pensassem assim, e pensassem menos em si. É sempre bom passear nesse blog. Parabéns!

Elias filho disse...

Hoje é o dia do poeta, e O Vinicius era um dos bons. Boa mensagem! Fica na paz Celina

Anete disse...

Celina, "Ai, quem me dera" traz uma boa reflexão... Ah, se houvesse mais amor nos corações!!!

Ontem fiz um comentário, mas onde estou a conexão tá horrível e não consegui enviar...

Estou comemorando o meu aniversário em Natal, bem pertinho do mar...

Beijos

Toninho disse...

O Poetinha tinha a arte às mãos.
Lindo demais esta dele.
E vejo por aqui meu amigo Machado o príncipe dos sonetos. Que bom.
Este canto de Vinicius que nos faz lembrar Cassimiro veio como uma homenagem neste dia dedicado aos poetas.
Um abraço carinhoso amiga.

ONG ALERTA disse...

Excelente escolha grande Vinicius....
Beijo Lisette

José María Souza Costa disse...

Olá, bom dia.

Hoje, é sábado. Na minha Sampa, estamos na Primavera. Tempo de frio e ventos, tudo juntos e misturados. Mas, certamente não falta o aquecimento humano em quaisquer lugar, onde encontra-se uma Alma, amiga e admirável.
Por isso, desejo-te, um fim de semana bom. Com alegrias e contentamentos mil.
Além do meu Sentimento de Amizade. Saúde e Paz. Estou te esperando, para falarmos do " tempo", lá na minha página.
Um abraço, do tamanho dos seus sonhos.

Beatriz Bragança disse...

Querida Celina
Quando vi o título,comecei a cantar uma canção brasileira.E não é que era esta a letra?!!!
Adoro este poema de Vinicius,aliás acho que gosto de tudo o que ele escreveu e cantava,juntamente com Toquinho e Marília Medaglia.Vi muitos espectáculos dele:um assombro!!!
Muito obrigada por este regresso a um passado tão feliz.
Tenha um excelente domingo.
Beijinhos da
Beatriz -BLOG -VIDA E PENSAMENTOS
http://pegadasdeanjo.blogspot.com

Neno disse...

Olá!
Muito obrigado pela visita!
Que bom que gostou!
Desejo uma ótima semana para ti!
Bjs do Neno

Toninho disse...

A semana inicia com muito sol por aqui e que ela nos seja boa e leve Celina.
Um abração carinhoso.
Beijo no seu coração.

Anne Lieri disse...

Saudades de Vinicius! Linda demais essa poesia de amor!bjs