quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Alma Irmã.




Imagem do Google


Alma Irmã
Navegava na tempestade fria;
Procurava quem me ensinasse o Sol.
-Oh!-Como eu era triste! Como sofria!...
Acolheste-me no teu amor maior.

Na tua meiguice vi o claro do dia;
Tudo se floresceu ao derredor!
Passei a viver horas de fantasias;
Hoje a minha vida tem mais cor...

No meu jardim cultivo uma rosa;
Ouço tua música!...Minh’alma cora!...
Tuas letras d’ouro...já sei de cor!

Peço a Deus,nunca esquecer teu perfume,
Com ele pude encontar o lume,
Que me levará,um dia ,ao teu esplendor!...

Machado de Carlos 


Abraço Celina


10 comentários:

Anete disse...

Celina, o meu abraço...
Alma Irmã, mensagem bem bonita!
As Rosas completaram a beleza do texto...

UM LINDO DIA!!!!!!!!!!!!!!!!!!

✿ chica disse...

Linda poesia do Machado que é tão inspirado sempre! beijos,tudo de bom,lindo dia e final de semana,chica

Marli Soares Borges disse...

Gostei da poesia. Saudades de você Celina. Fiquei tanto tempo sem blogar, que saudades me deu. Bjs

Misturação - Ana Karla disse...

As horas de fantasia, fazem reviver.
Também gostei muito da poesia.
Xeros

nelma ladeira disse...

Linda poema,o cheiro do perfume do nosso amor,nunca esqueceremos.Adorei!
Agradeço a visita,volte sempre beijinhos.

Sonica disse...

Lindo, lindo, Celina! Bjão,

Elvira Carvalho disse...

Um belíssimo poema.
Um abraço

Machado de Carlos disse...

Sinto-me honrado e realizado, sentindo a grande energia contida nesta postagem.
Gratidão pelo lindo presente, Celina!
Beijos!...

ONG ALERTA disse...

Bela escolha...
Beijo Lisette.

Maria Rodrigues disse...

Excelente escolha, um maravilhoso soneto do nosso amigo Machado de Carlos.
Beijinhos
MAria