sábado, 28 de maio de 2011

O Jarro com Rosas.

Imagem do Google

Hoje no noticiário do meio dia, mais uma cena de sangue!
Olha que eu escolho o telejornal, os que tratam as noticias policiais de forma mais amena, mas quando todos os jornais noticiam um fato, não tem como não ver.
Eu sempre me retiro, mas hoje ao me aproximar não pude deixar de ver algo que me chamou atenção.
Lá no meio da desarrumação da sala, onde havia vestígios de sangue nas roupas ali deixadas, naquela humilde sala, quando de repente vi no meio da mesa um jarro largo feito de lata, pintado de branco, e cheio de rosas da mesma cor!
Ele estava ali como se quisesse quebrar aquela imagem de horror. Eu fiquei a olha-lo, me pergunte como foi o crime que eu não sei dizer nada!
Eu só vi as rosas brancas enfeitando aquele ambiente como se elas quisessem tornar mais humano aquilo tudo.


Paz Celina

3 comentários:

✿ chica disse...

Que coisa,não,Celina!

Que observação a tua!

Melhor se fixar nas rosas não é?

Mesmo em meio às tragédias e crimes, ver as flores é muito melhor...beijo,chica

Toninhobira disse...

Pois amiga a beleza do olhar de quem tem a sensibilidade aguçada,no meio da lama vê apenas o lírio,no meio da violencia vê um jarro de flores que sim mostra que ali tinha alma boa,pois só os bons podem cultivar flores ainda que em uma lata.Lindo o seu olhar e sabemos fruto deste coração fantastico que voce nos passa.
Então um beijo neste coração.
Um lindo domingo sem violencia a ns macular os olhos e ouvidos.
Bom estar por aqui.

Sonica disse...

Celina, quanta sutileza no sue olhar!
Bjs,