sábado, 6 de agosto de 2011

Amiga

Perdemos no dia 2 último uma grande amiga, mais de trinta anos de amizade, vivíamos em família como se irmã fôssemos.

Era uma casal sem filhos, juntos desbravamos este nordeste, fomos da Bahia ao Ceará diversas vezes. Em todas as festinhas de aniversários, casamentos... eles estavam presentes, choramos juntos as nossas perdas.

Neste mês de maio ela veio me dar o seu abraço, já bastante debilitada.

Tanto tinha uma cara séria como o coração mole, fez muito por todos, sempre podiam contar com eles, era um casal bem diferente... nós os chamávamos de "o feijão e o sonho" ele só alegria e ela bem carrancuda.

De certa feita em uma de nossas visitas a uma das praias mais bonitas do Rio Grande do Norte (Genipabu), ele e uma das minha filhas ajudaram um sanfoneiro, ela tocando pandeiro, e ele com o seu chapéu tirando donativos, o sanfoneiro gostou tanto que queria levá-los com ele.

No casamento do meu neto Thiago, já começamos a sentir

a sua falta.

Amiga, boa viagem e você deve estar fazendo falta na espiritualidade, onde não vai faltar trabalho para você, lembre-se de nós, que não a esqueceremos jamais, quase trinta anos de convivência... aqui estamos orando por você também.



Paz, Celina.

7 comentários:

DASFFEL disse...

Linda mensagem e homenagem Celina!!! a nossa irmã vai deixar saudades!!!

Conhecemos pessoas que vem e que ficam,
Outras que, vem e passam.
Existem aquelas que,
Vem, ficam e depois de algum tempo se vão.
Mas existem aquelas que vem e se vão com uma enorme vontade de ficar... Chaplin

Antônio Lídio Gomes disse...

Oi Celina,
Com certeza essa alma iluminada está nas mansões celestiais, descansando nos braços do Eterno.
Nós que ficamos, cabe a tarefa de continuar nesso elo de amor fraterno e amizade, como foi tu e ela, pois sabemos nós aqui, que és uma amiga maravilhosa.
Um abraço, beijos.

✿ chica disse...

Linda homenagem e ela está na Paz! beijos,ótimo domingo,chica

José Sousa disse...

A amizade é linda, mas quando perdemos esse alguém de que nutrimos uma grande amizade, nosso coração sempre sofre!

Os meus pesames.

Bom Domingo

Toninhobira disse...

Nesta vida cada vez mais entendo,que perdemos lentamente tudo que mais amamos, mas fica sempre a bela lembrança do que vivemo e por esta lembrança,que devemos processar nossas saudades Celina.
Mas a amiga vai ficar em paz no outro plano. Bela sua homenagem a esta, que em parte acompanhei com voce a melancolia,mas voce belamente lhe dava semanalmente seu apoio espiritual,para que fosse suave a mudança de plano.
Um terno abraço de toda paz.
Fique bem.

Lourdes Ariana disse...

Li e gostei do comentário sobre uma das minhas melhores amigas, Lêda, onde dividimos alegrias...tristezas cumplicidade ...
Uma amiga nas horas certas e incertas...valeu a pena você ter vivido e eu ter te conhecido!!!
Lêda onde você estiver, fique em PAZ!!!

Cacá - José Cláudio disse...

Oh, Celina, aceite a minha solidariedade nesse momento de despedida breve e dolorida. Um amigo assim costuma ser como um irmão ou mais do que isso, dependendo dos elos. Que os céus a recebam em paz e você fique também.Meu abraço.